O Prêmio

O Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura do Estado de Santa Catarina foi instituído pela Lei 15.503/11 e regulamentado pelo Decreto 2.336/14. Promovido desde 2009 pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, tem o objetivo de selecionar projetos culturais que receberão apoio financeiro para realizar ações nos campos das Artes, Artes Populares e Patrimônio Cultural, que objetivem o estímulo e o fomento da produção, circulação, pesquisa, documentação, formação, restauração, preservação e difusão de produtos, bens e/ou serviços culturais que sejam acessíveis a diferentes públicos; contribuam para a construção e compartilhamento de conhecimentos e modos de fazer; beneficiem a geração de produtos, bens e serviços culturais; alcançando municípios de pequeno e médio portes das diferentes regiões do estado, e perpassando os mais variados estratos culturais e sociais.

 Em 2019, o Prêmio está em sua quinta edição, no valor de R$ 5.600.00,00 que serão distribuídos a 231 projetos distribuídos em três editais:

Edital de Patrimônio Cultural, que premiará projetos nas categorias Patrimônio Material; Patrimônio Imaterial; Museus; Bibliotecas Públicas.

Edital de Artes Populares, que contemplará as categorias Artes Circenses; Culturas Populares e DiversidadesCulturas Negras e Afro-Brasileiras; e Culturas dos Povos Indígenas.

Edital de Artes, que se subdivide nas categorias Artes Visuais; Dança; Música; Teatro; e Letras – Livro, Leitura e Literatura.